Escolher é sempre um risco!

2020 | Tire as metas de ano novo do papel
24 de Janeiro de 2020
Protagonista da transformação: qual o seu papel em tempos de covid-19?
25 de Março de 2020

Escolher é sempre um risco!

Neste mês tivemos uma série de vídeos e conteúdos sobre o processo de Psicoterapia e como ele é abordado em consultório. 

O primeiro passo para qualquer pessoa que queira se desenvolver, crescer e evoluir é trabalhar a aceitação. Para isso, precisamos entender que cada indivíduo está contextualizado em diversos fatores psicossociais. Temos a nossa família, cidade, história… 

E é necessário olhar para tudo isso e para o que você idealiza. Na terapia é possível analisar e colocar tudo isso para fora. Ao nos escutar, vamos também nos percebendo.

 

 

Você se culpa?

Muitas vezes ficamos presos ao conceito de certo e errado, nos culpando. É preciso entender que temos escolhas e o significado que elas têm.

Responda:

O que as escolhas que eu faço representam e falam de mim?

 

 

E aí? Tem algo que te incomoda? 

Se sim, então é hora de mudar.

Tudo depende agora da forma com que olhamos para nossa história e nos responsabilizamos por ela. Isso se chama autorresponsabilização!

Qual a sua fatia? Qual sua parcela de participação na situação em que você está vivendo?

 

Basta ter CORAGEM para ENXERGAR verdadeiramente quem a gente é e LUTAR DIARIAMENTE para ser aquilo que se almeja ser!

É preciso se arriscar para ser feliz.

O desconhecido e o incerto dão medo, né! Muito mais fácil continuar lidando com as situações que já estamos habituados.

Aqui voltamos à escolha, afinal escolher é sempre arriscar.

A vida tem como norma o risco. Você se visualiza e se lança à novas possibilidades. E aí você colhe as consequências que espera.

Algumas vezes nos limitamos porque temos a incapacidade de nos responsabilizar por aquilo que queremos. Isso acaba gerando angústia. 

 

 

Angústia

 

Sabia que é a angústia é essencial na busca pela autenticidade?

Só se angustia quem escolhe, quem é livre!

Ela é um termômetro de que algo não está bem.

É super importante aprender a olhar para o que te incomoda. Lembre-se que repensar aprendizados é muitas vezes se livrar de amarras e pensamentos que já são ultrapassados. 

 

A psicoterapia não é um processo fácil, envolve coragem, reflexão, encarar a angústia, ter uma atitude e assumir a responsabilidade de SER VOCÊ.

 

 

A principal coragem é a de enxergar quem verdadeiramente somos e lutar para sermos quem almejamos ser e/ou explorar TODO NOSSO POTENCIAL!

 

Precisa de ajuda nesse processo?

Conte com a Sagicon!