Não largue os bets da sua equipe

Quem tem medo do chefe mau?
16 de setembro de 2021
Mostrar tudo

Não largue os bets da sua equipe

Largar os bets é uma expressão paranaense para desistir de um jogo bem legal e competitivo que usa tacos (bets). Quando você ”larga os bets” de algo quer dizer: desisto.

 

Desistir tem um ponto muitas vezes comum no ser humano, que é o sentimento de fracasso. Numa cultura incentivadora onde o “achismo” está presente e temos acesso a vários vídeos motivacionais e livros de autoajuda para vencermos nossos maiores insucessos ou fracassos, decepções, medos, e angústias, também temos um efeito reverso. Muita abordagem positiva para aprofundamentos superficiais, sem base em informações, diálogo e análise da situação.

 

 

No seja feliz, como se tivesse conquistado tudo que queria, parece ser uma escalada na montanha inalcançável de expectativas. Quando olhamos quem chegou no topo pensamos: Mas conseguiu como? 

 

Só verá resultados se entender processos, onde o calo dói, onde desviar da pedra certa ou qual perigo na próxima esquina. Dá mais vontade de largar os bets do que continuar a escalada dolorosa de conseguir o que outros conseguem. Lidar com o fracasso da desistência é menos exaustivo do que a resiliência não instruída.

 

Mas calma! 

Antes de largar os bets vamos tentar mirar no meio da montanha e entender processos?

Mirar o meio ao invés do topo aproxima a caminhada. Porque como dizem, já é meio caminho andado, mas esse andar tem seus desafios então é mais sábio passar por uma etapa de cada vez com guia te instruindo, não é verdade?

 

Uma montanha GUIADA com a ajuda do feedback é uma boa estratégia anti frustração. Criar uma cultura de pareceres não abusivos faz pessoas e relações irem para um patamar saudável de desafios.

 

 

No processo de desenvolvimento da competência interpessoal, o feedback é um processo de ajuda para mudança de comportamento, afinal o principal instrumento de um líder é o diálogo.

 

Nós da Sagicon estamos desenvolvendo um projeto de fortalecimento da cultura de feedback nas empresas. O objetivo é ajudar os lideranças a construirem uma cultura de desenvolvimento através da conversa. Confira algumas dicas para o FEEDBACK IDEAL:

 

  1. Prepare-se antes. Liste os comportamentos mais relevantes; 
  2. Não faça julgamentos, atribuindo interpretações no comportamento alheio; 
  3. Busque evidências (mostre onde, quando e como demonstrou o comportamento); 
  4. Seja específico para melhor compreensão, ambiguidades e indiretas não funcionam; 
  5. Não espere muito tempo, mas respeite o tempo dos envolvidos;
  6. Pergunte ao colaborador sobre os comportamentos citados, busque compreender o contexto e significados do colaborador; 
  7. O feedback é para ser relevante, provocar reflexões e deve acrescentar algo; 
  8. Deve ser oportuno, no momento e local ideal; 
  9. Deve ser verdadeiro, não dê elogios falsos para agradar e 
  10. Deve abordar comportamentos positivos também. 

 

Tenha uma mudança comportamental efetiva na sua equipe. Explore as oportunidades para o desenvolvimento de seus colaboradores com a Sagicon!