Narcisista ou protagonista? Descubra como se posicionar!

Por que parece ser tão difícil ser feliz no amor?
6 de junho de 2019
LIKES | A ilusão do sucesso
19 de julho de 2019

Narcisista ou protagonista? Descubra como se posicionar!

Protagonista é aquele cujas ações são mais determinantes para o desenrolar de uma História. Seja no livro, no cinema ou no teatro é o protagonista que nos dá o olhar, o viés subjetivo. Assim é na arte, assim é na vida, já se sabe bem da relação entre estas duas esferas. Mas o protagonismo que se espera da vida, é justamente aquele conhecido como: tome as rédeas. Entenda o contexto, assuma o controle e faça o que tem de ser feito. Equação bem complexa quando se lida com grupos e hierarquias mas está lá no topo como um dos soft skills necessários para se assumir cargos de comando: proatividade, iniciativa, atitude.

 

Atitude é protagonismo!

Aí começamos a lembrar daquela situação quase constrangedora em que alguém cheio de atitude, cheio de iniciativa, cheio de si tomou conta de uma reunião, a coisa desvirtuou, e não se chegou nem perto do resultado que se esperava. Muito provavelmente esta pessoa só estava falando demais porque alguém ali por timidez, constrangimento ou falta de atitude deixou aquela pessoa dominar o discurso sozinha, alguém deixou de assumir o seu protagonismo. A sutil diferença entre interromper e tomar a palavra. A pessoa que sequestra a palavra e não devolve mais, que toma tudo como pessoal não é exatamente o protagonista é o narcisista e não é disso que falamos aqui.

 

Mostre quem você é!

Protagonismo é autenticidade. Protagonismo é deixar claro nosso modo de ser no mundo. Mostra quem somos. Justamente o contrário do ” deixa como está pra ver como é que fica”. Protagonismo é arregaçar as mangas, é sacudir a poeira, é fazer acontecer.

 

Combatendo o jogar pra baixo do tapete, as meias palavras e as indiretas. Nos tira do obscuro lugar em cima do muro e faz com que tenhamos orgulho do cultivo de nossas virtudes. Nos traz para a luz do holofote e, eventualmente, para o prazer do aplauso. Sim! Devemos querer mostrar o nosso melhor, sempre e com todos. Assumindo nossas responsabilidades, ações e erros.  Sendo nós mesmos o protagonista de nossa incrível história!

 

Pagu Leal

Foto: Antonio Wolff

 

Patrícia Pereira, também conhecida no universo da dramaturgia como Pagu Leal, é formada em Filosofia pela Universidade Federal do Paraná. Entre suas principais pesquisas no campo das Ciências Humanas estão o estudo da Filosofia da Linguagem, Teoria da Comunicação, Neurofilosofia e Cognição.

Em seu trabalho com performance comunicativa enfatiza as peculiaridades de cada pessoa, trabalhando sempre com a bagagem e o conhecimentos de cada indivíduo. 

 

 

Nós podemos te ajudar a aperfeiçoar os pontos que você considera falhos ou que podem ser melhorados. Que tal arregaçar as mangas e partir para a ação? Invista seu tempo e dedicação e melhore suas habilidades comunicativas!